Amigo de Zé do Pipo fala sobre versão do cantor ter fugido para o Brasil com Bailarina

Amigo de Nuno Batista esclarece a teoria do artista ter fugido para outro país com uma das suas bailarinas.

A teoria que afirma que Zé do Pipo, desaparecido desde o passado dia 5 de novembro de 2018, terá fugido para o Brasil com uma das suas bailarinas é desmentida por um amigo do artista – José Carlos Costa, que garante que Nuno Batista jamais faria uma coisa desasas.

“Quem o conhece como eu, a mulher e os pais dele conhecemos, sabemos que isso é completamente descabido e ridículo. A polícia nunca teve sequer essa hipótese em cima da mesa”, esclarece o amigo, contrariando a versão avançada por uma revista portuguesa. Para além disso, acrescenta questionando, “Como é que uma das bailarinas podia ter ido com ele para o Brasil se estão todas cá?”.

João Carlos Costa afirma que o cantor sofria de depressão e garante que há 99 por cento de certeza que Nuno Batista se terá atirado ao mar. O cantor não levantou dinheiro do banco e não levou nada com ele. João Carlos revela que o artista já tinha dito que queria acabar com a própria vida e que o iria fazer naquele sitio.

De relembrar que, na manhã do dia seguinte ao desaparecimento de Zé do Pipo, o seu automóvel foi encontrado na Praia do Porto da Areia Sul, em Peniche. No interior da viatura estava a sua carteira, um casaco e o telemóvel pessoal. Três meses depois do seu desaparecimento ainda não se sabe o paradeiro do corpo.

Nuno Batista e a mulher, Celeste, não tinham problemas financeiros e estavam bem. No entanto, o artista estava completamente apático e sem sentimentos e não terá aguentado essa situação que já se prolongava há algum tempo, revelou o amigo.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...