Ana Bola: “Todos falam de que Tony carreira roubou músicas, mas da ajuda às vítimas já não se ouve nada.”

Ana Bola revoltou-se contra o acordo proposto a Tony Carreira no caso do plágio. “Roubou músicas, agarra em loucos 20 mil euros da fortuna feita por conta de outrém, dá uma ajudinha e não se fala mais nisso”, comentou a atriz.

A revolta é tanta que Ana Bola já pensa em deixar a representação e dedicar-se ao `gamanço’, como escreveu no Facebook.

“O ‘surripiados’ [Tony Carreira] agarra em loucos 20 mil euros da sua fortuna, também feita por conta de outrém, dá então uma ajudinha para as vítimas dos fogos, e não se fala mais nisso”, sustentou Ana Bola: “Eu percebi bem?”

A atriz lembra que “o Tony Carreira ‘roubou’ 11 músicas a autores estrangeiros”, o que “equivale a muitos milhares de euros, diria mesmo largas centenas de milhares de euros, em vendas desses discos e dos respetivos concertos em que se tocaram e cantaram essas músicas”.

Se realizar um acordo judicial. que evite o julgamento, o crime de plágio compensou, no entender de Ana Bola.

“Não só o dinheiro dessas vendas, mas também os direitos de autor pagos pela S.P.A. (Sociedade Portuguesa de Autores). Não sei se sabem, mas cada vez que uma dessas músicas é passada na rádio, ou na televisão, ou em espectáculos, pinga dinheiro para o autor, o que é justíssimo. Neste caso, pinga para o ‘putativo’ autor, que não é autor, mas sim ‘ladrão’ de músicas”, insistiu.

“Se percebi bem, das duas uma, ou agarro no pano encharcado como se não houvesse amanhã, ou a partir de hoje também começo a gamar, porque a trabalhar não me safo. Dasse! Olha, agora de repente senti-me a Maria Vieira. E o marido. E isso não é bom”, concluiu Ana Bola.

Fonte: PTJornal

Comentários

You may also like...