Asteroide com proporções grandes pode chocar contra a terra em Setembro

A lista de asteroides potencialmente perigosos para os humanos é composta por cerca de 816 asteroides nos próximos 100 anos.

Segundo a Agência Especial Italiana (ASI), o número seis desse ranking é o 2006 QV89, que poderá atingir o nosso planeta a 9 de setembro, pelas 08h00 (hora de Lisboa).

No entanto, só em julho se poderá conhecer a trajetória exata do asteroide. Para já, só se sabe que a colisão com a terra poderá arrasar uma superfície de 2 mil quilómetros quadrados, muito parecida ao asteroide que em 1908, caiu em Tunguska, na Sibéria.

“A partir de julho poderemos observá-lo novamente com telescópios de oito metros. Então saberemos se há risco de impacto ou, o que é mais provável, que não apresentará risco algum”, diz um cientista da ASI, Ettore Perozzi.

Contudo, ainda não é preciso de soar os alarmes, a probabilidade do asteroide colidir com a terra são baixas, a estimativa é de 1 em 11428.

Ettore Perozzi, da ASI, explicou que “Com os dados que temos agora, a probabilidade de impacto é equivalente a sermos atropelados por um comboio se atravessarmos uma linha às cegas, sem poder ver nem ouvir, mas sabendo que passa um comboio a cada 15 horas”.

A questão não se foca no entanto se o asteroide irá atingir ou não o planeta Terra, mas sim a altura em que isso irá acontecer, diz Rolf Densing, diretor do Centro Europeu de Operações Espaciais ao jornal La Vanguardia.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...