Bebé e menino dados como desaparecidos encontrados sem vida em Valência

As duas crianças que tinham sido dadas como desaparecidas em Godella, na província de Valência, foram encontradas nesta quinta-feira pelas autoridades.

Segundo avançou a imprensa espanhola, que cita fontes da Guardia Civil, terá sido a mãe das crianças a apontar às autoridades onde estavam enterrados os seus filhos.

As crianças tinham sido dadas como desaparecidas desde a manhã de quinta-feira, em circunstâncias consideradas suspeitas, depois da mãe ter dito que as crianças terão fugido enquanto os pais discutiam.

As vítimas são um bebé de três anos, e uma menina que terá entre os cinco e oito meses de idade.

Foram os vizinhos a chamar as autoridades, esta manhã, quando ouviram gritos e viram o homem a correr atrás da mulher com uma arma.

O homem ficou detido assim que foi dado o alerta e a mãe foi encontrada depois durante a tarde, tendo levado os agentes até ao local onde estavam os corpos. O pai terá dito de imediato às autoridades “Não se preocupem, estão mortos”, afirmando que a mãe os tinha afogado, sem revelar mais detalhes.

Segundo o El País, os pais têm cerca de 30 anos de idade. A mãe é de nacionalidade mexicana e o pai é de nacionalidade belga, sendo que ambos sofrerão de “alguma espécie de desequilíbrio” de ordem mental. Viviam numa casa abandonada que ocuparam, no município valenciano de Rocafort

Comentários

Talvez seja do seu interesse...