Bombeira internada após ser agredida quando passeava o cão em Vila Nova de Famalicão

Carla Costa, de 42 anos, bombeira de Viatodos, Barcelos, foi agredida com gravidade na quinta-feira à noite enquanto passeava com o seu cão em Gondifelos, Vila Nova de Famalicão. Um homem de 55 anos aproximou-se da senhora e começou a insultá-la e de seguida atacou-a a soco, abandonando-a quando esta se encontrava gravemente ferida.

A bombeira conseguiu rastejar até uma casa para pedir auxilio, foi conduzida até ao Hospital São João de Deus, em Famalicão onde ainda se encontra internada com o tornozelo fraturado, várias escoriações e hematomas no corpo todo. Será operada ainda este domingo.

Ao Correio da Manhã, Carla Costa contou que “Ainda agora não consigo perceber o que motivou tanta violência. Não conheço o senhor de lado nenhum, nunca o tinha visto. Abordou-me de uma forma abrupta, com insultos, a mandar-me sair da rua. Quando tentei falar, para explicar que só estava a passear o cão, fui brutalmente agredida e atirada ao chão”

“Consegui arrastar-me até à casa mais próxima e assim que me viram ligaram aos bombeiros e à GNR”,
relembra Carla, que revela também que o agressor lhe levou o telemóvel durante o ataque, e que o seu cão também ficou traumatizado após ter assistido ao ataque, “Não quer sequer ir à rua. Está em casa, muito assustado”.

Carla já formalizou a queixa na GNR, no entanto estes ainda não conseguiram identificar o agressor.

Comentários

You may also like...