Casal divorcia-se e deixa cão perder a vida à fome

Um casal de Greenwood, no estado de Indianapolis, Estados Unidos, foi acusado de crueldade animal após deixar um cão perder a vida por fome, segundo a polícia.

Michael S. Setser, de 31 anos, foi detido e preso sob a acusação de abandono e negligência de um animal vertebrado, a mulher, Amanda Setser, 28, entregou-se à polícia pouco depois, segundo informou o Xerife do Condado de Johnson na quarta-feira. Ela também enfrenta uma acusação de crueldade animal.

O animal foi encontrado a 17 de janeiro de 2019, dez dias depois de Amanda ter saído de casa. Quando ela avançou com o processo de divórcio, Michael também saiu da autocaravana que partilhava com Amanda. Deixando assim o cão para trás.

Amanda disse aos investigadores que Michael ligou várias vezes depois dela sair a pedir para levar Chuck e os gatos, porque ele não ia cuidar deles. Ela disse ao marido que não podia levar os animais de estimação porque não tinha como cuidar deles.

Michael recusou falar com os investigadores. Os gatos não sofreram ferimentos segundo revelaram as autoridades.

Um veterinário que efetuou a necropsia revelou que Chuck, o cão, perdeu a vida por falta de comida e água. Na acusação, os magistrados assinalam que Amanda e Michael, de 31 anos, não levaram Chuck com eles, nem lhe deixaram comida para trás.

Caso sejam considerados culpados, podem enfrentar uma pena máxima de um ano e uma multa de cinco mil dólares.

“Estes animais domésticos são indefesos e completamente dependentes de seus donos para cuidar deles”, afirmou em comunicado o vice-promotor Joe Villanueva.



Talvez seja do seu interesse...