Corpo da grávida de 30 anos que estava desaparecida em Brumadinho já foi identificado

Mulher de 30 anos estava com o marido no Brasil para revelar o sexo do seu bebé à família.

O corpo de Fernanda Damian de Almeida, de 30 anos de idade, foi identificado pela Polícia Civil de Minas Gerais como sendo mais uma das vítimas que perdeu a vida no desastre da barragem em Brumadinho, no passado dia 25 de janeiro, no Brasil.

A mulher, ainda jovem, estava grávida de cinco meses e encontrava-se na lista das pessoas desaparecidas depois do desastre que tirou a vida a, pelo menos, 169 pessoas.

De acordo com o portal de notícias G1, pertencente à Globo, Fernanda vivia na Austrália com o marido, Luis Taliberti, de 31 anos, e tinham ido ao Brasil para revelar à família o sexo do bebé. O casal encontrava-se hospedado na pousada Nova Estância, localizada nos arredores da mina do Córrego do Feijão, que foi destruída pela lama da barragem.

Existem ainda 141 pessoas desaparecidas desde o desastre na barragem de Brumadinho.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...