Duas meninas de 5 e 8 anos desapareceram sem deixar rasto na floresta próximo de casa

Está a decorrer uma busca desesperada para encontrar as duas jovens irmãs que desapareceram perto da sua casa depois de caminharem numa área arborizada.

Leia Carrico, oito anos, e a sua irmã Caroline Carrico, de cinco anos, foram vistas pela última vez fora da sua casa em Benbow, noroeste de Sacramento, na sexta-feira pelas 14h30.

A polícia pediu aos cidadãos particulares que não usem drones na área de busca, uma vez que “estão a por em perigo os helicópteros que estão na área a voar para encontrar as meninas”.

Antes das irmãs desaparecerem, perguntaram à mãe se poderiam dar um passeio. Ela terá recusado, mas logo percebeu que as meninas tinham ido embora. Elas são suspeitas de terem saído para a área arborizada perto da casa.

Às 18h00 do mesmo dia, a polícia foi informada do desaparecimento depois da mãe e os vizinhos tentarem procurar pelas próprias meninas, segundo o escritório do xerife do condado de Humboldt.

A busca efetuada na sexta-feira não teve sucesso e eles continuaram à primeira hora da manhã de sábado.

Foram encontradas pegadas de botas e barras de granola na área de busca no sábado, de acordo com o tenente do condado de Humboldt, Mike Fridley.

A mãe das duas meninas disse às autoridades que acabara de comprar a mesma marca de barras de granola que elas terão levado.

Autoridades revelaram que Caroline mede pouco mais de um metro, com olhos cor de avelã e cabelos loiros com listras roxas brilhantes.

Ela foi vista pela última vez vestindo um casaco de chuva castanho com cavalos brancos, calças de ganga e botas cor de rosa.

A sua irmã Leia tem 1,27 metros de altura com olhos cor de avelã e cabelo loiro, com uma grande sarda na bochecha esquerda. Foi vista pela última vez vestindo uma camisola de manga comprida cinza escura com capuz e botas de chuva roxa.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...