“E a sirene chorou por ti” A arrepiante despedida

Afinal é verdade.
Nem o céu conteve as lágrimas no momento da tua despedida.
Viste a quantidade de casacos fluorescentes que brilharam por ti?

Foi com ele vestido que viveste até aos últimos segundos a fazer que tanto amavas e tão bem fazias.
Que a tua dedicação e paixão pela profissão me ajude a encontrar motivação e alento no dia-a-dia que se avizinha.

Sempre achei as despedidas cruéis, mas esta que hoje enfrento é sem dúvida a mais terrível de todas. Devo dizer-te adeus, amiga, mas não sei como fazer.

Sinto o abandono da tua partida, mas sei que tudo isto faz parte da vida. A morte vem quando deve vir, e leva quem deve levar. Mas a dor que fica depois da sua passagem é por demais insuportável, e a consciência de que não voltarei a ver o teu sorriso é uma tortura.

Queria que tudo isso fosse apenas um pesadelo, que não existissem despedidas tão definitivas quanto esta, mas sei que é realidade e então apenas me resta dizer-lhe adeus, amiga, até sempre, ou antes, um até já…

A sirene que toca e chora neste momento, chora a tua partida.

“Para que outros vivam”… o lema que nos une nesta nobre e altruísta missão, sem preço mas com enorme valor, que temos todos os dias quando vestimos as nossas “capas” que por vezes pensamos nos equiparam a semi-deuses para socorrer outrém nos piores momentos das suas vidas, seja por terra ou por ar!

Pagamos um preço demasiado alto pelo desígnio de salvar vidas, mas com o sentimento de coração cheio ao salvar uma vida, ao controlar sintomas ou de ter o privilégio de segurar uma mão e tocar a alma quando o coração perece.

Choramos a tua partida mas ao mesmo tempo celebramos a tua vida, e honramos todas as vidas que salvaste.

A tua luta chegou ao fim, mas nós prometemos continuar essa mesma luta, a luta da Vida por Vida.

Estejas onde estiveres Daniela, olha por nós, olha por todos aqueles que tal como tu, colocam a vida dos outros à frente de tudo.

Com carinho, até já Daniela <3

PS- A tua SIV será sempre a melhor do mundo.

Comentários

Talvez seja do seu interesse...