Emigrante português agride militar da GNR no primeiro dia de férias em Portugal

Manuel, um emigrante que está a morar em França, veio a Portugal de férias em Agosto, e logo na primeira noite provocou desacatos num café em Guardizela, Guimarães. A GNR foi chamada ao local na madrugada da passada quarta-feira, e foi aí que o homem, visivelmente alcoolizado, agrediu um militar com um murro na cabeça, rasgando de seguida os polos da farda de dois guardas.

O homem foi detido e levado a tribunal. Encontra-se agora em liberdade mas sob o termo de identidade e residência, terá ainda que pagar uma multa com o valor ainda por definir, e as fardas danificadas dos guardas.

O responsável do café Convívio Pop, que foi quem alertou a GNR, contou: “Ele estava a beber muito e eu até lhe estava a dar um copo com mais gelo do que bebida, mas ele começou a ficar agressivo e tive que lhe pedir para sair. Foi quando ele me agarrou e agrediu”

Uma testemunha que preferiu ficar anónima, acrescentou ainda: “Quando eles chegaram, ele continuava a pontapear as coisas aqui dentro e a insultar toda a gente. Levaram-no daqui e, já na rua, ele continuava agressivo. Foi aí que tudo piorou”

O guarda que o queria levar a casa e lhe pedia para se acalmar acabou por ser agredido pelo Manuel, o jovem atacou os militares já no exterior do café e acabou mesmo por lhes rasgar as fardas. De resto sabe-se que o agressor estava acompanhado por dois familiares que colaboraram com a GNR.

Comentários

Talvez seja do seu interesse...