“Ficarei para sempre grata à Diana”, diz Rosa Grilo

Rosa Grilo, a mulher detida por ter tirado a vida ao seu marido, Luís Grilo, afirma que se tornou uma grande confidente na cadeia de Tires de Diana Fialho – a jovem que em Montijo tirou a vida à própria mãe, com a ajuda do seu marido.

“Há coisas que não se esquecem, aqui parece que estamos no meio de um pesadelo do qual nos está a custar acordar. Por estranho que pareça, serei sempre grata à Diana”, afirmou Rosa Grilo numa carta.

Rosa Grilo acrescentou ainda que Diana Fialho foi a primeira pessoa a oferecer-lhe ajuda quando entrou na prisão.

“A Diana Fialho está aqui como todas as outras pessoas a pagar pelo que fez. Mesmo com tudo o que se diz sobre ela, foi a primeira pessoa a ajudar-me aqui dentro. Deu-me papel e caneta para escrever ao meu filho”, diz Rosa.

Rosa diz ainda que sente uma falta enorme da família. “Aqui somos arrancadas de tudo o que está lá fora, dos nossos filhos, pais, de todos os que gostam de nós e de quem sentimos uma enorme falta”, descreve Rosa.

Fonte: CM

Talvez seja do seu interesse...