Gémeas acusadas de matar bebé no Seixal já conhecem sentença

A mãe que matou a bebé à facada em Corroios, no Seixal, foi condenada a 18 anos de prisão. A irmã, que ajudou no crime vai passar os próximos 15 anos na cadeia.

As duas mulheres foram esta terça-feira julgadas, no Tribunal de Almada, por homicídio qualificado e profanação de cadáver.

Relembre-se que Rafaela Cupertino deu à luz, em casa uma criança saudável que pesava 3,170 quilos. Tentou afogá-la na banheira, acabando por matá-la com três facadas.

A sua irmã gémea ajudou-a no parto, revelou o Correio da Manhã. O procurador do Ministério Público tinha pedido a aplicação da pena máxima de prisão.

Foi em abril do ano passado que Rafaela Cupertino, auxiliada pela irmã Inês, deu à luz uma menina saudável, na casa de banho do apartamento onde vivia.

A mulher, depois de a menina nascer tentou afogá-la na banheira, e desferiu-lhe depois três facadas no peito. Um dos golpes atingiu o coração da bebé.

As irmãs colocaram depois o corpo num saco de plástico que mais tarde foi descoberto pelas autoridades.



Talvez seja do seu interesse...