Hoje perdemos um dos nossos

A sirene não tocou. A sirene chorou. Hoje faleceu um de nós. Hoje perdeu a vida um combatente que já estava no quadro de honra.

Enquanto esteve no ativo deu tudo o que pôde, encarou sempre de forma séria a causa do socorro público e nunca virou a cara a luta. Enquanto bombeiro, tenho orgulho de poder dizer que ao longo dos anos conheci poucos como ele. Corajoso, ativo, inteligente, astuto, mas acima de tudo sempre com muita lucidez nas missões.

Enquanto homem, soube ter um percurso de vida invejável. Granjeou amizades por todo o lado que passou. Foi desportista, adorava as bicicletas, foi ciclista e correu duas voltas a Portugal.

Nunca desistiu. Ele nunca desistiu. Foi sempre trabalhador, profissional, competente, e acima de tudo justo e sério. Foi marido, foi pai, foi avô, foi sogro, foi um Homem com aqueles H que já poucos existem por aí.

Hoje partiu um de nós.
Hoje partiu um bombeiro.
Até sempre meu sogro, meu Amigo.

Faleceu o Bombeiro 2* classe QH dos BV Paredes, António Pedro Ferreira.

Ele fintou a morte muitas vezes, hoje, a vida fintou-o a ele. Era um homem sábio, tinha sempre um conselho válido, muito válido para dar.

A dor maior, é que ele vai fazer falta, muita falta.

Perdeu a vida a fazer aquilo que adorava fazer que era trabalhar. Ao longo dos anos, na sua profissão e na nobre missão de bombeiro, colocou-se em risco e ultrapassou vários perigos para salvar muita gente. Ironia do destino, hoje faleceu num dos lugares onde foi mais feliz, a sua casa.

Sei que todos os dias de manhã, vão estar os seus fiéis amigos á porta da garagem a espera da sua mão a passar no pêlo e a abanar a cauda. E parecendo adivinhar a tragédia, não paravam de uivar.

Hoje, perdeu-se um bombeiro, perdeu-se um pai, perdeu-se um marido, perdeu-se um Amigo, mas ganhamos lá no alto uma estrela que nos guiará e olhará por nós cá em baixo como sempre fez.

Com muita saudade, do seu genro que o tinha como pai.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...