Homem que partiu nariz a PSP libertado

O homem que agrediu o PSP numa esquadra em Lisboa, ficou em liberdade, sujeito apenas à medida de apresentações quinzenais à PSP. O homem terá esmurrado um agente da polícia quando se encontrava na esquadra da Palma, em Lisboa, fraturando-lhe assim o nariz. O agente ainda se encontra internado após ter sido operado.

Mesmo tendo cadastro criminal, e contar com diversos processos abertos pela PSP por furtos e ofensas à integridade física,e por ele pender uma ordem de expulsão lançada pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, por se encontrar ilegalmente em território nacional, o guineense com 50 anos saiu em liberdade.

Segundo o juiz de instrução criminal que o interrogou, mesmo tendo em conta todos estes fatores, considerou que não se justificava a medida de coação que o colocasse em prisão preventiva.

O estado de saúde do agente que fraturou o nariz, Romeu Silva, de 29 anos, ainda aspira cuidados. O polícia foi enviado para as Urgências do Hospital de São José, em Lisboa, depois da agressão que aconteceu perto das 11h50 no passado domingo, dentro da esquadra a rua da Palma, sede da 1ª Divisão da Polícia de Lisboa.

Quando chegou ao hospital, o agente ainda sangrava do nariz, e após uma intervenção cirúrgica, foi possível comprovar que tinha ocorrido uma fratura no osso do nariz.

Foram divulgadas algumas imagens do rosto de Romeu Silva após a cirurgia, onde é possível ver o polícia a mostrar o rosto cheio de ligaduras.

Relembre-se que o agente que foi alvo da agressão conduziu o sujeito que viria a ser o seu agressor para a esquadra por este ser suspeito de ter furtado doze bicicletas, que foram encontradas na habitação onde o mesmo pernoita.

Comentários

Talvez seja do seu interesse...