Hospital S. José manda para casa menino com lápis no ouvido

Uma criança de sete anos com um lápis enfiado num ouvido recebeu ordem para ir para casa de uma médica otorrinolaringologista ao serviço da Urgência do Hospital de S. José após ter examinado o menino por dois minutos.

A médica terá sugerido à mãe para se dirigir ao centro de saúde e pedir uma consulta da especialidade no hospital da área de residência. O rapaz acabou por ser operado ainda na mesma noite num hospital privado.

O Jornal de Notícias revela que a situação remonta a Outubro de 2016, no entanto só agora foi tornada pública após o hospital ser alvo de uma instrução por parte da Entidade Reguladora da Saúde (ERS).

“Ao dar alta ao utente, com indicação para se dirigir ao centro de saúde para que fosse solicitada nova consulta no hospital de área de residência, não só não zelou pela prestação de cuidados adequados e tempestivos, como protelou, injustificadamente, a resolução da situação”. comunicou a ERS

Comentários

You may also like...