Idosa de 84 anos agredida por dono de lar em Sesimbra

Foi a filha quem reparou nas marcas de maus tratos no corpo da idosa, que acabou por apresentar queixa à GNR.

Ermelinda Pereira, filha da idosa de 84 anos, encontrou a mãe, a 15 de janeiro, com várias marcas de agressões em todo o corpo. A idosa tinha sangue pisado na cabeça e vários hematomas espalhados, inclusive na cara.

A mulher de 84 anos residia no lar, aparentemente ilegal, há cerca de três meses, na Quinta do Conde, em Sesimbra.

A idosa queixou-se à filha que era vítima de maus tratos por parte dono do lar, acabando por a filha verificar que, de facto, a mãe tinha várias marcas de agressões por todo o corpo.

A filha, preocupada com o estado físico em que a mãe se encontrava, acabou por chamar o INEM que, posteriormente, recomendou que fosse chamada a GNR, visto que a idosa apresentava sinais claros de ter sido agredida fisicamente, como conta o Correio da Manhã.

De acordo com o relatório do exame médico feito no Hospital de S. Bernardo, em Setúbal, a idosa apresentava diversos hematomas espalhados pelo corpo, já com três semanas de evolução.

A filha da idosa acabou por apresentar queixa à GNR por maus tratos à mãe. Uma antiga empregada do lar, confirma ter assistido a episódios de violência no espaço para idosos.

O dono do lar justificou as marcas no corpo como sendo resultantes de uma queda acidental numa banheira.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...