Incêndio de Monchique já entrou nos concelhos de Silves e Portimão

O incêndio que começou na sexta-feira em Monchique continua fora de controlo, o vento tem vindo a dificultar as operações de combate às chamas nestes últimos dois dias. No quartel da corporação de bombeiros de Monchique não há acesso a internet nem telefone. Apenas conseguem comunicar com um rádio fixo ligado ao satélite. Isto acontece devido às antenas e cabos queimados durante o incêndio.

Mais de 250 pessoas tiveram que ser deslocadas para locais seguros devido às reativações violentas que o incêndio tomou. As previsões indicam que as condições meteorológicas vão continuar desfavoráveis ao combate das chamas, pelo que tem havido um esforço redobrado para salvaguardar as pessoas e habitações. As máximas serão de 35ºC nesta terça feira.

O fogo já passou do concelho de Monchique para o de Portimão e Silves. O sítio de Falacho é um dos locais que corre mais perigo neste momento. Os meios aéreos combatem as chamas dia e noite, dos quais três são Canadairs vindos de Espanha.

Os bombeiros estão juntamente com o Exército posicionados para defender as casas e resgatar as pessoas nos locais onde o fogo ameaça entrar. O cenário que já aconteceu em Monchique poderá repetir-se agora em Silves.

Talvez seja do seu interesse...