Infarmed retira do mercado cremes perigosos para a saúde

O Infarmed proibiu a venda do creme de rosto Barral BabyProtect e de dois hidratantes da marca Inca, depois de ter detetado a utilização de ingredientes não-autorizados, nefastos para a saúde.

O creme de rosto Barral BabyProtect contém a substância Phenoxyethanol – não declarado na lista de ingredientes – e conservantes proibidos, pelo que o Infarmed “ordena a suspensão imediata da comercialização e a retirada de todas as unidades existentes no mercado”, lê-se em comunicado publicado no site da autoridade nacional do medicamento.

Nos produtos Inca Creme Hidratante de Limão e Inca Creme Hidratante de Frutas, as análises detetaram a presença da mistura de conservantes Methylchloroisothiazolinone e Methylisothiazolinone e verificaram que todos os cosméticos da mesma marca foram colocados no mercado não cumprindo obrigações previstas, obrigando à “suspensão imediata da comercialização e a retirada do mercado nacional de todos os produtos da marca Inca”.

Em ambos os casos, o Infarmed aconselha os consumidores que possuam os cosméticos em causa a inutilizarem-nos e obrigando as entidades que disponham dos produtos à sua devolução.

Comentários

Talvez seja do seu interesse...