Jovem de 22 anos tira a vida à prima com uma faca e atira-se da varanda

Mulher não resistiu aos ferimentos causados pelo ataque.

Elsa Cristina Ferreira, de 43 anos, perdeu a vida esta segunda-feira depois de ter sido agredida com uma faca de cozinha pelo primo, de 22 anos, na sua própria residência, no Bairro de Santo Estêvão, em Viseu.

O crime aconteceu pelas 17:50. O jovem agressor sofre de distúrbios mentais e tinha fugido de uma instituição psiquiátrica. A vítima, professora num centro de explicações, encontrou-o na rua, visivelmente perturbado e levou-o para o apartamento onde reside com o companheiro.

Já em casa, os dois começaram a discutir e os vizinhos aperceberam-se dos gritos do jovem. O agressor pegou numa faca de cozinha e desferiu-lhe vários golpes até lhe tirar a vida. A professora ainda foi socorrida mas acabou por não resistir aos ferimentos.

Um ex-bombeiro, residente nas imediações, ainda entrou dentro da casa da vítima para a ajudar. A mulher tinha vários golpes no corpo, sobretudo na cara e não havia nada que pudesse reverter a situação.

O companheiro de Elsa Ferreira, um informático de 40 anos, ainda tentou travar o agressor, mas acabou por também sofrer vários golpes nas pernas e na cara. Após as agressões, o jovem de 22 anos atirou-se da varanda do apartamento, no 2º andar, ficando estendido na rua.

Pelo seu próprio pé, o companheiro da vítima desceu pelo elevador e deparou-se com o cenário dramático na rua. Com a lâmina ainda atravessada na boca, foi assistido pelos bombeiros e transportado para o hospital de Viseu. Não corre perigo de vida.

O homicida, também com vários ferimentos, foi assistido pelo INEM. Após ter sido estabilizado pela equipa de socorro, seguiu para uma unidade hospitalar.

A Polícia Judiciária chegou ao local pelas 20:00 e assumiu o comando da investigação, mas até ontem à noite não foi possível perceber as razões que levaram o jovem a cometer o crime.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...