Fábio perdeu a vida com Leucemia depois de três dadores se recusarem a doar medula

Fábio Rocha, perdeu a vida com 31 anos após dois dadores recusarem doar medula.

Fábio é caracterizado como “um rapaz cheio de vida, querido por todos os amigos, sempre presente para a família, bem humorado, fã de ciclismo, amante do bom prato” e “apaixonado por Sofia”, que era a sua companheira e nunca o largou por um único minuto.

Diagnosticado com uma Leucemia linfoblástica aguda, após uma série de episódios de inflamação nas amígdalas, o jovem da Beira Mar (Aveiro) não resistiu e perdeu a vida.

No total fez seis ciclos de quimioterapia, centenas de transfusões e análises sanguíneas, experimentou ainda vários medicamentos e nunca desistiu de viver.

A sua mãe, Rosa Gutierrez, descreve-o como sendo um “Guerreiro que foi um exemplo para todos”. A família recuperou esperanças, quando foram encontrados três dadores de medula óssea compatível com o Fábio.

“Foram horas de muito sofrimento e esperança, principalmente porque é sabida a dificuldade de um doente com leucemia encontrar um dador compatível”, recorda.

Infelizmente, todos eles mostraram-se indisponíveis para doar medula óssea, embora tivessem “uma taxa de compatibilidade muito elevada”.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...