Líder de rede mundial de pornografia infantil espancado até perder a vida na cadeia

Homem estava a cumprir uma pena de prisão de 40 anos, em Detroit.

Christian Maire, de 40 anos, cumpria pena em Detroit, nos Estados Unidos, quando foi agredido até perder a vida por um grupo e prisioneiros. Maire viria a falecer no hospital horas após o ataque.

O grupo de atacantes terá ainda usado uma faca artesanal para ferir o líder da rede ilegal.

O homem, casado e pai de dois filhos, foi condenado a 40 anos de prisão em dezembro por ser líder de uma rede íntima infantil a nível mundial.

Maire e outros oito cúmplices fingiam ser jovens em sites de namoro para adolescentes e convenciam raparigas a tirarem as roupas e praticarem atos íntimos em frente de uma câmara.

O grupo incitava as adolescentes, além dos atos íntimos, a cortarem-se e a gravarem o momento em que se feriam, descrevem os investigadores do FBI.

De acordo com o jornal local The Detroit News, durante o julgamento, uma das vítimas do grupo terá previsto que o líder da rede perdesse a vida na prisão.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...