Mãe de suspeito de ter matado professora dá entrevista – “O meu filho tinha medo dela”

Esta sexta-feira, o genro e a filha adotiva de Amélia Fialho foram de tidos e confessaram o crime às autoridades.

Orlanda Carmo, mãe de Iuri Mata, genro de Amélia Fialho, em entrevista ao Correio da Manhã, mostrou-se transtornada com o envolvimento do filho do crime que vitimou a professora de Físico-Química de Montijo.

Em entrevista exclusiva ao CM, a mãe de Iuri afirmou que o seu filho estava nas mãos de Diana, a filha adotiva da professora, e nunca pensou que o seu filho fosse capaz de um ato destes.

“O meu filho tinha medo dela”, disse Orlanda Carmo, que garante que não vai abandonar o seu filho neste momento.

“Eu sei que ele tem de pagar pelo que fez, ou de alguma forma compactuou com a minha nora, mas nunca vou abandonar os meus filhos. Eu estarei lá para lhe dar um abraço”, acrescentou a mãe de Iuri durante a entrevista.

A mãe e os familiares de Iuri não foram convidadas para o casamento entre ele e Diana. “Não fui convidada para o casamento. Percebi pela mensagem que ele mandou na altura que não eram as palavras dele, que havia dedo dela.”, disse.

“… Estava nas mãos da Diana. Garanto que o meu filho não fez aquilo conscientemente. Não acredito, porque o meu filho era uma criança muito humilde…”, diz a mãe em lágrimas.

Diana Fialho e Iuri Mata admitiram os crimes e foram presentes a um juiz na passada sexta-feira. Vão ficar em prisão preventiva até ser decidida a sentença final.

Fonte: CM

Comentários

You may also like...