Mãe vai buscar a filha à creche e encontra-a com 25 marcas de mordidelas humanas

Alice Bryant estava a despir a sua filha de 15 meses depois da creche, quando fez uma descoberta que a chocou: as costas da sua filha estavam cobertas com marcas de mordidas humanas.

A situação aconteceu a 26 de fevereiro, na creche Creative Beginnings, em Tucson, no Arizona e foi agora tornada pública nas redes sociais. Alice afirma que apresentou queixa às autoridades competentes, mas dois meses após a denúncia nada tinha sido feito e por isso denunciou o caso no Facebook.

Numa publicação no Facebook que foi partilhada mais de 10.000 vezes, Bryant disse que não foi contactada quando o incidente ocorreu nos EUA, e nem sequer foi informada quando foi buscar a filha à creche.

A menina só frequentava a Creative Beginning Daycare em Tucson, Arizona, nos Estados Unidos, durante cinco dias, quando sofreu a lesão, disse Bryant.

A mãe deixou uma mensagem no Facebook onde escreveu: “Não levem os vossos filhos para a creche Creative Beginnings, que faz parte de uma organização internacional e esta em Tucson é credenciada pelo Estado. Eles nem ligaram para me avisar sobre um incidente, não me notificaram por nenhum outro meio, nem me disseram nada quando fui buscá-la. Todas as marcas [mordidelas] aconteceram num dia”

“Há mais de 25 mordidelas, mas é difícil dizer. É de revirar o estômago. Sinto-me ao mesmo tempo zangada e triste”, disse à emissora televisiva Live5News.



Talvez seja do seu interesse...