Marta tinha apenas 25 anos e estava desaparecida desde 7 de novembro

Marta Calvo, desapareceu há quase um mês, no dia 7 de novembro, em Valência, Espanha.

Esta quarta-feira, a Guardia Civil anunciou e detenção Jorge Ignacio P.J., um colombiano de 38 anos que confessou ter participado na morte da jovem de 25 anos.

O suspeito revelou que terá espalhado as partes do corpo da jovem por vários contentores diferentes após um encontro combinado através da internet.

Na manhã do seu desaparecimento, Marta enviou à sua mãe a morada da casa que Jorge J. tinha alugado na localidade de Manuel (Valência) e que a Guarda Civil investigou entre vários locais que poderiam fornecer pistas sobre o paradeiro da jovem.

O homem era procurado desde o dia de desaparecimento de Marta, contudo, as autoridades não tinham conseguido localizá-lo.

O suspeito de 38 anos já tinha antecedentes criminais, tendo mesmo cumprido pena de prisão em Itália por narcotráfico. É também apontado como o suspeito do assassinato de uma prostituta em abril deste ano.