Menina de 13 anos é constantemente agredida pelos colegas em escola da Lousã. Mãe pede ajuda

Menina de 13 anos é vítima de bullying por parte dos colegas mais velhos da escola que frequenta Lousã.

Madalena, uma menina de 13 anos, foi agredida fisicamente na passada terça-feira, dia 29 de janeiro, por um grupo de estudantes da Escola Secundária da Lousã.

De acordo com a mãe da menina, as agressões são constantes e o última voltou a acontecer na passada quarta-feira, dia 30 de janeiro. As agressoras têm 15 e 16 anos e não sofreram qualquer tipo de castigo por parte dos responsáveis da escola.

Ana Lagartinho, a mãe da vítima, conta que soube que a filha foi agredida através do filho mais velho. O filho relatou que Madalena estava rodeada por um grupo de jovens e que duas adolescentes lhe agarram nos braços enquanto outra a agredia. Madalena terá ligado ao irmão de 18 anos, que não frequenta a mesma escola, a pedir ajuda e este terá dado o alerta à mãe.

A maioria das agressões têm acontecido dentro do recinto da escola, desde o início das aulas, em setembro de 2018. A mãe de Madalena queixa-se que há falta de funcionários no estabelecimento de ensino. Para além das agressões físicas, Madalena também é vítima de agressões verbais que a fazem sentir-se constantemente mal.

A primeira agressão terá acontecido fora do recinto da escola, desde então Madalena sofre constantemente com ameaças e agressões físicas e verbais por parte das colegas. Uma das agressoras afirmou que “isto não ficava por aqui”.

A mãe da menina já participou ao diretor da escola o sucedido. No entanto, garante que se a escola não resolver a situação, prosseguirá com uma queixa na GNR.

Ana Lagartinho tem que acompanhar todos os dias a sua filha até ao portão da escola de forma a evitar as agressões. A menina diz que não quer ir mais para a escola e está a ser acompanhada por um psicólogo.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...