Menina de 4 anos mantém irmão bebé vivo durante três dias após falecimento dos pais

Os agentes da polícia deixaram grandes elogios a uma menina de três anos de idade, que se comportou como “uma absoluta heroína” por ter mantido vivo o seu irmão de dois meses por três dias depois do terrível assassinato dos seus pais.

Os dois foram encontrados presos dentro de uma casa no bairro de Chatsworth, em Los Angeles, depois do seu pai tirar a vida à mãe com uma arma e de seguida por termo à própria vida.

O capitão de polícia Maureen Ryan, disse: “O nosso anjinho conseguiu manter-se viva e ao irmão também. O bebé é um bebé milagroso e a menina é uma heroína. Ela é uma absoluta heroína.”

Os dois foram encontrados desidratados e com fome ao lado dos corpos sem vida dos seus pais, no quarto que se localiza no andar superior. Com a chegada dos salvadores, a menina disse que a mãe estava “aleijada”.

O seu pai, David Kooros Parsa, de 46 anos, e sua esposa de 38 anos, Mihoko Koike Parsa, foram encontrados sem vida, com tiros no corpo, às 04h30 do domingo.

No entanto, os agentes da autoridade acreditam que o tiroteio ocorreu na quinta-feira, 18 de abril, por volta das 6 da manhã, de acordo com o Los Angeles Daily News.

O jornal disse que as crianças foram resgatadas no domingo de Páscoa depois do seu avô preocupado ter ligado para a polícia, dizendo que o seu filho sofria de depressão e ansiedade.

Ambos os filhos estavam ilesos e não há indicação de que eles tenham testemunhado o tiroteio real, mas a menina lembrou-se de ouvir um barulho alto e da sua mãe a chorar.



Talvez seja do seu interesse...