Menores abusadas mais de 800 vezes pelo avô em Gaia

O Ministério Público acredita que umas das meninas foi atacada mais de 832 vezes pelo pai da mãe, quando a filha tinha entre os seis e os quatorze anos.

O homem, agora com 72 anos, terá abusado outras netas também na casa onde todos viviam e no trabalho dele. Irá ser julgado por 857 crimes de abuso de crianças agravado.

A mãe de uma das netas do avô chegou a apanhar em flagrante um dos ataques. Decidiu falar com a irmã, e ao confrontarem as três menores, estas choraram e admitiram serem abusadas pelo avô.

As duas filhas do abusador decidiram no entanto não apresentar queixa contra o pai pois dependiam dele economicamente e não queriam prejudicá-lo.

A queixa foi apenas feita em 2017, quando uma professora do centro de estudos das três meninas, com 13, 14 e 16 anos as ouviu a falar sobre os abusos do avô.

As mães terão ficado revoltadas com o ultimato e retiraram as filhas daquele centro de estudos, e foi aí que a professora denunciou o predador sexual, que realizou os crimes entre 2007 e 2017.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...