Mulher de 63 anos perde a vida atropelada pelo próprio marido, em Arouca

Marido da vítima de 63 anos tentava manobrar um veículo sem bateria quando se deu o atropelamento, esta sexta-feira, em Alvarenga, Arouca.

Uma mulher de 63 anos perdeu a vida hoje, dia 1 de fevereiro, em Alvarenga, na sequência de um atropelamento pelo próprio marido. De acordo com fonte dos bombeiros, a ocorrência deu-se quando este tentava manobrar um carro que estava sem bateria.

“O carro estava sem bateria e o acidente deu-se quando o marido o deixou descair, para ver se ele pegava. Só que o carro deslizou demais e apanhou a mulher no muro de casa”, explica fonte dos Bombeiros Voluntários de Arouca.

Para o local, foram mobilizados os Bombeiros Voluntários de Arouca, apoiados por uma Ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV), que tomou conta da ocorrência. Apesar das várias manobras de reanimação, a vítima acabou por perder a vida no local.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...