Mulher desempregada fingiu-se de médica e quase raptou bebé no Hospital S. João, no Porto

Uma mulher desempregada, de 48 anos tentou sequestrar ao final da tarde tarde deste sábado, durante a hora de visitas, uma recém-nascida que ainda se encontrava no berçário do Hospital São João, no Porto.

A mulher terá vestido uma bata branca e um estetoscópio e foi intercetada pelo pai do bebé que terá questionado para onde ia levar o seu filho. O pai desconfiou da médica, e chamou outros médicos ao local, que não reconheceram a suposta colega.

O caso deu-se pelas 19h00, e a Polícia de Segurança Pública foi ao local, porque a mulher já se encontrava muito próximo da saída do hospital.

A mulher não foi identificada pelos serviços do hospital, e ficou a ser interrogada pela PSP, que tentou apurar os contornos do caso.

Acabou por ser detida e levada pelos agentes até à esquadra.

Será presente a tribunal na segunda-feira, onde poderá ser condenada por dois crimes: tentativa de rapto, que prevê uma pena entre os dois e oito anos de cadeia, e ainda o crime de usurpação de funções, que prevê uma pena que pode chegar aos dois anos de prisão.



Talvez seja do seu interesse...