Mulher finge ter cancro durante dois anos e arrecada milhares de euros, em Albufeira

Daniela Costa, de 33 anos e residente em Albufeira, angariou milhares de euros nos últimos anos enganando centenas de pessoas com campanhas solidárias promovidas por associações e empresários, sobretudo na zona do Algarve.

Segundo informa o Correio da Manhã, Daniela fingiu cerca de dois anos estar a lutar contra o cancro do útero, que se teria espalhado para os pulmões e depois aos ossos.

A Guarda Nacional Republicana prendeu esta terça-feira a mulher por ordem do Ministério Público, do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Faro acusada de burla qualificada.

Daniela é casada e tem três filhos menores, segundo confirmou o MP, é “suspeita de ter ao longo de anos angariado diversas quantias monetárias com a falsa alegação de ter uma doença oncológica e de precisar de dinheiro para tratamento”.

A mulher foi desmascarada em outubro de 2017, quando se encontrava na Fundação Champalimaud, em Lisboa, local a que se deslocava frequentemente fazendo de conta que sofria de cancro.

Algumas pessoas duvidaram de Daniela, pelo que foi chamada a PSP para investigar. Pouco depois veio a descobrir-se que a mulher não sofre de nenhum problema oncológico mas foi-lhe diagnosticada uma perturbação psíquica.

A população de Albufeira recebeu em notícia em choque, foram realizados vários jantares e angariações de fundos, concertos, festas, para ajudar a mulher em questão.

Algumas lojas ajudaram até com latinhas para recolher apoios para a Daniela.

 

Comentários

You may also like...