“Não existe amor, não consigo amá-las.” mãe suplica para que lhe retirem as filhas porque já não as ama

Uma mãe está a implorar ao estado para lhe tirar as duas filhas adolescentes.

A mãe solteira, Tammy, de Nova Gales do Sul, Austrália, afirma que as suas filhas, Hillary, de 14 anos, e Sophie, de 16 anos, a ameaçaram com facas, e disseram-lhe para se matar e faltaram repetidamente à escola.

Na terça-feira, contou à ‘A Current Affair‘ que as meninas deveriam ser presas pelas suas ações, e que ela não pode mais lidar com o comportamento delas.

“Não existe amor. Eu não as amo. Elas são desagradáveis e eu não amo as pessoas que são”, contou Tammy.

“Eu realmente já tive que chegue. Já não me importo com o que venha a acontecer daqui em diante. Elas disseram ‘por que você não conduzes o carro contra uma árvore?’ Elas disseram-me na cara. Foi muito doloroso mesmo.”

Os vizinhos já fizeram várias queixas dos ruídos devido aos gritos da família, ao que o senhorio entregou um aviso à Tammy.

O aviso conseguiu convencer as meninas a sentarem-se e discutirem os seus problemas com a mãe, dando a Tammy uma chance de contar às filhas o que ela esperava delas. Após a conversa, Tammy revelou que as relações com as meninas melhoraram significativamente.

Depois de se ter acalmado, Hillary contou-me o quanto ela me amava e que estava a pensar que estaria totalmente perdida sem mim. “Isso acabou de sair do nada”, contou a mãe.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...