O emprego mais difícil do mundo e sem salário está em Portugal

Os Bombeiros de Albufeira lançaram uma campanha que visa recrutar mais voluntários da “forma mais honesta possível”. Vídeo partilhado já convenceu candidatos. Sábado, quem quiser pode testar se tem capacidade.

O emprego destina-se para “pessoas entre os 18 e os 40 anos que procurem dificuldades no trabalho e na vida”, o vídeo da camapnha foi partilhado na página dos Bombeiros Voluntários de Albufeira, no Algarve, e já conta com mais de 60 mil visualizações.

O 2º comandante da corporação, Rui Fernandes, contou falou à TVI, onde disse: “Não temos muito para oferecer, além do trabalho árduo e difícil, do treino e da preparação física. Foi o que, da forma mais honesta possível, tentámos passar para o vídeo, para ver se conseguíamos cativar alguns voluntários para aquele que achamos ser o emprego mais difícil do mundo”

“No verão, combates incêndios durante 72 horas seguidas sujeito a temperaturas insuportáveis.” revela o locutor do vídeo, e prossegue: “diariamente vês tudo o que pode correr mal na estrada, a correr realmente mal. E depois não consegues esquecer-te disso. Este é o emprego mais difícil do mundo e nem sequer há salário. Aqui não vestes só a camisola, vestes o equipamento todo. Não prometemos claques, medalhas ou substituições. O campeonato é outro e cada um de nós tem de ser o melhor do mundo. Mas garantimos que tudo o que fizeres fará do mundo um sítio melhor”.

O vídeo já começou a dar frutos, e com as mais de 60 mil visualizações, já receberam cerca de 20 candidaturas para futuros voluntários da corporação de Albufeira, que ainda terão de passar pelos testes psicotécnicos e físicos.

Este ano, a campanha de recrutamento, que os voluntários de Albufeira “costumam levar a cabo na primeira quinzena de novembro”, foi assim antecipada e, segundo o responsável, com resultados prometedores.

Comentários

Talvez seja do seu interesse...