O milagre da bebé resgatada de um poço após vários dias

A história de Julen, o bebé que está num poço de 100 metros de profundidade há mais de 44 horas está a dar a volta ao mundo.

Uma história muito semelhante aconteceu em 1987 no Texas, com a bebé Jessica de 18 meses, que está a dar algumas esperanças aos pais.

Na tarde de 14 de outubro de 1987, a pequena Jessica brincava com mais algumas crianças no pátio da tia. A mãe, Reba, de 17 anos, tinha ido a casa para atender uma chamada, momentos mais tarde, começou a ouvir gritos das outras crianças e apercebeu-se que a sua filha tinha desaparecido do local.

Jessica caiu num poço abandonado com apenas 20 centímetros de diâmetro, ficando a sete metros do solo. A mãe telefonou de imediato os bombeiros e ao marido.

Em primeira instância, não parecia difícil o resgate, no entanto, assim que os bombeiros começaram a escavar um buraco paralelo, apareceu o problema: Jessica encontrava-se rodeada de pedra e não de terra.

Os pais começaram a perder as esperanças, pois Jessica não dava sinais de vida, até o poço paralelo ficar concluído e começarem a fazer a ponte ao poço onde ela se encontrava, nesse momento, começaram a ouvir alguns gemidos da pequena menina.

Milhares de pessoas assistiram ao resgate, O’Donnel, o paramédico escolhido para retirar a menina, usou óleo para deslizar no solo e salvou Jessica quando eram 19h56 do dia 16 de Outubro.

A menina saiu desidratada, coberta de lama, com uma infeção no pé, no entanto, o mais importante, com vida. Mais tarde foi submetida a 15 cirurgias e acabou por perder parte do pé.

O herói nacional, Robert O’Donnell, foi esquecido uns anos mais tarde e acabou por pôr termo à sua própria vida em 1995.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...