Pedro Proença reage ao despedimento da TVI após polémica com juíza por “ser mulher e mãe”

A TVI afastou o advogado Pedro Proença após a polémica em que se envolveu esta semana.

O ex-comentador semanal no programa A Tarde é Sua já reagiu a decisão do canal em despedi-lo.

Através do Facebook, Pedro Proença deixou uma publicação onde afirma que não pode “deixar de contestar a validade das razões invocadas” pela TVI para o seu “afastamento da antena da estação”, nem “a adjetivação como criminoso de um arguido que ainda beneficia da presunção da inocência, por não ter havido ainda decisão transitada em julgado”.

Pedro Proença lamenta ainda “profundamente que a TVI tenha utilizado uma questão do foro da vida profissional para justificar o seu afastamento e que não tenha comunicado publicamente esta situação de forma a preservar quem tanto deu pela estação de mais uma diabolização pública da sua pessoa”.

O advogado acusa também a TVI de “contribuir para o julgamento público e desfocado que se gerou em torno desta situação, tudo com base numa interpretação sensacionalista e desfocada de um documento elaborado no âmbito da atividade profissional do visado”.

Leia o comunicado na íntegra:

“Esta decisão editorial resulta do recurso apresentado por este advogado na defesa de um seu constituinte condenado a 8 anos de prisão por um crime de violação da sua filha. As razões evocadas pela Defesa são contrárias aos valores e princípios que orientam a TVI na abordagem a um dos problemas mais sensíveis e gritantes da nossa sociedade: a violência doméstica. Porque assentam numa discriminação inaceitável, da condição de mulher e de mãe, que no entender do criminoso e do seu advogado compromete a isenção da Juíza.

Não está em causa a liberdade do exercício da profissão que cada um escolhe. Nem questionamos o facto de qualquer cidadão ter evidentemente o direito à sua defesa.

Mas também não abdicamos da nossa própria liberdade editorial e da responsabilidade social que lhe está inerente. Ao dispensá-lo do seu espaço de comentário semanal no programa “Prolongamento” da TVI24 e das presenças regulares do programa “A Tarde é Sua” no canal principal, as direções de Informação e de Programas da TVI estão a dar um sinal inequívoco: a recusa de, nesta ou em qualquer outra circunstância, permitir que as suas antenas promovam colaboradores que se vinculem a princípios que repudiamos e consideramos nocivos à sociedade que queremos.

Em todo o caso, a TVI não pode deixar de agradecer a disponibilidade e empenho que Pedro Proença sempre revelou nestes quarto anos de colaboração nos diversos espaços de análise e comentário em que participou”.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...