Portuguesa emigrante em França tira a vida a bebé de dois anos enquanto lhe dava banho

Uma portuguesa, emigrada em França, foi condenada a sete anos de prisão, em Toulouse, depois de ter tirado a vida ao filho adotivo.

O crime aconteceu no dia 1 de abril de 2016, quando Maria do Céu Guimarães, uma portuguesa emigrada em Toulouse, França, abanou de forma violenta um bebé de dois anos, durante o banho.

A criança foi transportada para o hospital com vários hematomas e mazelas no corpo todo, o que indicava que o bebé tinha sido abanado de forma agressiva. Não resistiu aos ferimentos e acabou por perder a vida no dia seguinte. O alerta aos meios de socorro foi dado pela própria mulher.

A arguida, Maria do Céu Guimarães, natural de Modelos, em Paços de Ferreira, foi detida pelas autoridades. O Ministério Público pedia 12 anos de prisão para a mulher, no entanto, o tribunal optou por uma pena de sete anos.

Leonardo, o menino de dois anos, tinha sido adotado pela mulher poucos meses antes do crime acontecer. O menino era sobrinho do companheiro. A arguida, afirmou no tribunal, em lágrimas, que não pretendia tirar a vinha a Leonardo.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...