Autoridades procuram professora de Montijo desaparecida desde sábado

Amélia Fialho, professora na Escola Secundária Jorge Peixinho, no Montijo, foi vista pela última vez sábado à noite.

Amélia Fialho, de 59 anos, professora de Físico-Química na Escola Secundária Jorge Peixinho, no Montijo, está desaparecida desde sábado. Foi vista pela última vez pela sua filha e pelo genro, com quem partilha a mesma casa, no Montijo.

Segundo as declarações prestadas pela família, Amélia terá saído depois de jantar e não voltou a regressar, levando consigo os documentos de identificação, telemóvel e o carregador do mesmo.

A filha, Diana Fialho, deu o alerta do desaparecimento da mãe numa publicação feita na rede social Facebook. De acordo com a filha, a sua mãe “não sofre de nenhum problema de saúde” e saiu de casa à noite, por volta da hora de jantar, e acabou por não regressar.

A família da professora desaparecida já contactou o local de trabalho da mulher, vários hospitais, e chegou mesmo a distribuir panfletos, mas continua a não haver qualquer tipo de sinal da mesma.

As autoridades já têm ordem do tribunal para investigarem as contas bancárias e as chamadas telefónicas da professora.

Comentários

Talvez seja do seu interesse...