Professora de Montijo encontrada sem vida – Filha e genro planearam tudo

A professora do Montijo desaparecida desde sábado à noite, foi encontrada sem vida esta quinta-feira. A filha e o genro são os principais suspeitos do crime.

Na manhã desta sexta-feira a Polícia Judiciária deteve a filha de 23 anos e o genro de 27 como sendo os principais suspeitos.

A professora estava desaparecida desde sábado e o alerta tinha sido dado pela sua filha nas redes sociais. Hoje, ela e o seu companheiro, são os principais suspeitos dos crimes de homicídio qualificado e profanação do corpo da mulher.

As investigações da Polícia Judiciária levam a crer que o casal detido, que partilhava a mesma habitação que a vítima, tinha delineado um plano para tirar a vida à mulher de 59 anos “na sequência de de inúmeras desavenças”.

Segundo a Polícia Judiciária, no passado sábado, por volta da hora de jantar, o casal suspeito, usou fármacos para imobilizar a mulher e torná-la incapaz de resistir ao plano levado a cabo por eles. A professora foi fortemente agredida na cabeça com um objeto, foi colocada no porta-malas de uma viatura e transportada para a zona de Pegões, onde foi queimada.

O corpo da professora foi encontrado pelas autoridades na quarta-feira à noite, completamente carbonizado.

O casal será presente a um juiz para que lhe sejam aplicadas as mediadas de coação.

Comentários

You may also like...