“Queremos que seja feita justiça pelo João”

O jovem João Silva, de 23 anos,  estafeta da telepizza que perdeu a vida atropelado por um motorista que seguia embriagado na  EN101 em Braga, a 16 de agosto., vai ser homenageado esta quinta-feira de manhã.

Os amigos mais próximos do estudante de Engenharia Eletrónica Industrial na Universidade do Minho vão juntar-se à porta da garagem de recolha de veículos que pertence ao homem de 61 anos que atropelou o jovem, e foi o local onde a PSP deteve o senhor após fugir da zona do crime.

A concentração ficou marcada pra as 09h00 junto à garagem, na rua de S. Vicente. A homenagem irá começar com breves minutos de silêncio, seguidos de um pequeno protesto que pretende realçar o facto do condutor que seguia com uma taxa de alcoolemia de 1,582 g/l ter sido deixado em liberdade pelo tribunal.

“Iremos gritar algumas palavras de ordem para que a nossa Justiça ponha fim a estas medidas de coação ridículas. Iremos fazer ouvir a nossa indignação. Queremos que seja feita justiça pelo João” contou Emanuel Ferreira, um dos organizadores da homenagem ao Correio da Manhã.

“As famílias e amigos de vítimas como esta não podem ver estes cobardes soltos até julgamento. São criminosos. Para nem falar das penas finais que são de dois ou três anos de pena suspensa. Precisamos que a Justiça dê valor ao esforço do INEM, que não desistiu do João, e da PSP, que apanhou o condutor a tentar esconder o veículo” realçou ainda Emanuel.

Talvez seja do seu interesse...