Recluso da prisão da Guarda apanhado com sete telemóveis dentro do ânus

Homem tentou fazer entrar dispositivos proibidos na cadeia da Guarda.

Um recluso do Instituto Prisional da Guarda, durante o regresso de uma saída precária, foi apanhado com sete telemóveis e uma pequena dose de estupefacientes escondidos dentro do ânus.

A intervenção da Guarda Prisional aconteceu depois de uma investigação da Polícia Judiciária da cidade da Guarda. O recluso já estava “debaixo de olho” das autoridades e era suspeito de introduzir na cadeia materiais ilegais.

Durante a quarta-feira, dia 27 de fevereiro, o homem foi alvo de uma revista no momento em que voltava de uma saída precária. Os guardas prisionais acabaram por lhe encontrar sete telemóveis e uma pequena dose de estupefacientes, dentro do ânus. Foi imediatamente aberto um processo e o homem foi fechado dentro de uma cela disciplinar.

No entanto, este não é um caso isolado. Segundo Luís Couto, diretor do Estabelecimento Prisional da Guarda, na semana passada foram detetados outros dois aparelhos móveis dentro do ânus de outro recluso.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...