Revelada a causa de morte de Julen, o bebé de 2 anos que caiu num poço em Málaga

Resultados da autópsia indicam que criança de dois anos sofreu um traumatismo cranioencefálico.

A autópsia realizada ao corpo de Julen, menino de dois anos que faleceu depois de cair num poço em Málaga, Espanha, determinou que a criança perdeu a vida pouco tempo depois de cair no poço.

O relatório final concluiu que o bebé morreu por volta das 13:50 do dia 13 de janeiro e que, devido à queda, sofreu um traumatismo cranioencefálico, segundo avançam as autoridades espanholas.

Os resultados revelaram ainda que “o tempo de sobrevivência foi curto” e que Julen acabou por falecer poucos minutos depois de ter batido com a cabeça após entrar em queda livre.

Recorde-se que o advogado do tio de Julen havia afirmado que os trabalhos de resgate no poço tinham sido responsáveis pelo falecimento do menino de dois anos.

O tio do menino, dono de terreno onde a criança perdeu a vida, apresentou um documento no Tribunal de Instrução de Málaga, onde defendeu que o falecimento da criança foi causada pelo equipamento e métodos utilizados durante as operações de resgate.



Talvez seja do seu interesse...