Rosa Grilo ataca guarda prisional que lhe retirou uma carta

A viúva do triatleta, tem enviado várias cartas para a comunicação social a partir da prisão de Tires, onde ela se encontra por ser a principal suspeita do assassinato do seu marido.

Um guarda prisional terá sido agredido dentro do Estabelecimento Prisional de Tires pela Rosa Grilo. A viúva recusou-se a entregar a carta que escrevia e pretendia enviar à comunicação social. Após ver a sua carta ser apreendida, partiu para a violência. Rosa ficou agora proibida de ter em sua posse papel e caneta.

Desde o dia em que foi presa, 29 de setembro, a viúva tem enviado várias cartas à comunicação social e também mais recentemente, ao seu amante António Joaquim, que também está em prisão por suspeitas de coautoria do crime. Esta carta serviria para acerta a versão que ambos contaram em tribunal sobre a morte do triatleta.

Esta carta foi intercetada pelos guardas prisionais que a enviaram para o Ministério Público, onde está a ser analisado.

 

Comentários

Talvez seja do seu interesse...