Rosa Grilo pediu ao filho para mentir sobre angolanos

A irmã de Luís Grilo, o triatleta assassinado, revela que o filho foi aconselhado pela mãe, Rosa Grilo, a mentir por ela.

Numa visita do filho à mãe na prisão de Tires, Rosa terá dito aos ouvidos de Renato para confirmar a presença de angolanos em casa.

O Correio da Manhã conta que depois do menino conversar com a mãe e com o avô, revelou a Júlia, que lhe tinham pedido para falar à PJ da presença dos angolanos na sua casa, no dia do homicídio.

Recorde-se que, no âmbito do processo-crime e aquando de um outro depoimento de Júlia, dá-se conta de que o menino não viu ninguém estranho na casa, a 16 de julho.

O menor já tinha garantido anteriormente ter percorrido as várias divisões da casa no dia 16 de julho, e que não havia qualquer desconhecido dentro de casa.

A custódia do filho de 13 anos de Rosa Grilo foi atribuída esta quarta-feira à tia paterna, ou seja, à irmã de Luís Grilo. A medida foi conhecida depois da viúva ter saído do tribunal de Vila Franca de Xira para regressar à cadeira de Tires.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...