Rui Lucas perdeu a vida às mãos dos terroristas no Sri Lanka. Tinha 31 anos estava em lua de mel

Rui Lucas, tinha 31 anos e tinha casado em Viseu no passado dia 13 de abril. Estava em lua de mel com a sua mulher no Sri Lanka quando os ataques terroristas o mataram no passado domingo de Páscoa.

Rui tinha 31 anos e era engenheiro eletrotécnico na T&T Multielétrica, uma empresa que presta serviços nas áreas das energias renováveis, domótica e segurança, eletricidade e climatização.

O engenheiro é uma das 290 vítimas mortais deste domingo, no ataque que envolveu oito explosões em igrejas e hotéis de luxo no Sri Lanka, ataque que feriu ainda mais de 500 pessoas.

A mulher do português, Sílvia Ramos, sobreviveu aos atentados, que ainda não foram reivindicados, mas que tudo aponta para que tenham sido levados a cabo por radicais islâmicos. O casal estava alojado no hotel Kingsbury, em Colombo, capital do Sri Lanka.

“Falámos com a Sílvia que desejava regressar este domingo a Portugal, mas o aeroporto foi encerrado por questões de segurança e por isso não há data prevista para o regresso”, revelou o irmão da vítima, Hugo Lucas, ao Correio da Manhã.



Talvez seja do seu interesse...