Último adeus emocionante: Seixal juntou-se para homenagear a avó e a neta assassinadas

No seixal, foram várias as pessoas que se deslocaram ao café onde trabalhava Helena Cabrita, a mulher assassinada pelo seu genro, Pedro Henriques, de 39 anos, na segunda-feira.

A mulher perdeu a vida degolada, e o homem responsável tirou no dia seguinte também a vida à neta da mulher, acabando mais tarde por pôr termo à sua própria vida.

Muitas pessoas ainda não querem acreditar neste crime bárbaro que apanhou a população se surpresa, nada fazia adivinhar este desfecho.

No café Orly, onde trabalhava a família de Helena Cabrita, várias pessoas, entre elas amigos, familiares e conhecidos, prestaram uma homenagem linda, pendurando flores e peluches na porta do estabelecimento, que se encontra fechado esta semana.

O homicida que levou a vida de Helena Cabrita, a sua sogra, e da pequena Lara, a sua filha de dois anos, já tinha sido anteriormente investigado pelas autoridades no ano de 2017, no entanto nada lhe chegou a acontecer.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...