Pai sem dinheiro faz vestido de princesa com sacos para a filha

Um manobrador de máquinas que vive em Santa Catarina, no Brasil, não foi impedido pelas dificuldades financeiras em que a família vive de levar a sua filha, de dois anos, mascarada a uma festa da escola.

Luciano Carvalho, pai da menina de dois anos, usou sacos de plástico para criar um vestido de princesa para a sua filha, de modo a que esta conseguisse ir mascarada para a festa que ia acontecer na escola.

“Estávamos sem dinheiro e não tínhamos condições para comprar o fato para a menina, então usámos a criatividade. Eu, a minha esposa e a minha enteada decidimos fazê-lo com sacos de plástico.”, explicou o pai da criança numa entrevista ao portal de notícias brasileiro G1.

Quando Samira, a menina, chegou à festa mascara de princesa, toda a gente se emocionou. “Quando o pai a trouxe à porta disse-me: «Professora fui eu que consegui fazer». Tive de me conter, porque foi muito emocionante. Quando levámos a menina para dentro da sala, ela estava-se a sentir uma princesa. Dançava, balançava o vestido e mexia no laço da cabeça.”, relatou Aline Dias, a professora da menina.

A professora enviou uma das fotografias para o supermercado que tinha ajudado o pai a arranjar sacos de plástico todos da mesma cor para fazer o fato e “toda a gente ficou emocionada com o vestido que o pai tinha feito para a menina e quiseram saber como podiam ajudar a família”.

No dia depois da festa, algumas pessoas foram até à porta da habitação do pai da criança e perguntaram se Samira vivia ali “Disseram que a equipa do supermercado se tinha organizado e tinha ficado comovida com a história por isso tinham preparado umas coisinhas para a criança”, revelou. Foi doado à minha família comida, roupa e brinquedos, bem como um fato de princesa para a pequena Samira.

Comentários

Talvez seja do seu interesse...