“Sou vítima de racismo e de maus tratos por parte do estado português” a dura carta de um cidadão português

Francisco Barreira escreveu no seu perfil pessoal uma carta de revolta contra o estado português.

Em causa estão as condições e o tratamento que o país lhe oferece, o homem, que apesar de já trabalhar há mais de 24 anos, diz-se sentir discriminado e vítima de maus tratos, palavras com que muitos portugueses se poderão rever.

“Tenho 41 anos, sou português, trabalho há mais de 24 anos.

Sou vítima de racismo e de maus tratos por parte do estado português que me rouba todos os dias, me explora e me discrimina…«em causa estão os meus direitos como cidadão português e europeu».

Sou discriminado pois o meu ordenado é um dos mais baixos da comunidade europeia.

Sou roubado pelo estado português porque tenho os impostos mais altos da UE.

Sou vítima de racismo porque a mim o estado português não me dá casa nem tão pouco qualquer tipo de rendimento.

Sou vítima de perseguição caso não possa pagar os meus impostos.

Resumindo estou cansado de ser vítima de um sistema político que viola, persegue, rouba e discrimina todo o trabalhador português.”



Comentários

Talvez seja do seu interesse...