Homem perde a vida num poço perto do local do resgate de Julen

Julen, o menino de apenas de dois anos, caiu num poço em Totálan, Málaga, a 13 de Janeiro, e foi resgatado sem vida na madrugada do sábado passado, a 26 de janeiro, após uma operação de resgate que envolveu mais de 300 operacionais.

Menos de 24 horas após o resgate, outra pessoa perdeu a vida num acidente muito parecido ao da criança, após cair num poço em Villanueva del Tabuco, a cerca de 60 quilómetros do local onde Julen caiu no poço, em Málaga.

De acordo com o jornal El Español, o homem em questão chama-se Juan Antonio Santamaría e foi encontrado sem vida num poço, juntamente com o seu cão. As autoridades que estão a investigar aquele acidente estão a ponderar duas opções: suicídio ou acidente.

O jornal Espanhol adianta ainda que o corpo foi resgatado após algumas horas e que já se encontra no Instituto Anatómico Forense de Málaga para ser autopsiado.

Segundo revelado por alguns vizinhos da vítima, Juan Antonio Santamaría “era uma pessoa que parecia bastante normal, com hábito de passear com os cães nas montanhas, gostava muito da natureza e dos animais”.

“É estanho, ele não tinha problemas com ninguém, nem parecia ter problemas psicológicos” terminou o vizinho.

Segundo revelou o Ministério da Agricultura espanhol, em 2006, foram identificados 510 mil poços ilegais de norte a sul de Espanha.

A estimativa indicada por jornais espanhóis revela que a maior parte deste tipo de perfurações são ilegais e o Estado Espanhol não multou qualquer dono, segundo indicaram algumas organizações ambientais.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...