Um dos mineiros que tenta resgatar Julen é português e viu o pai perder a vida numa mina

Lázaro Alves Gutiérrez, é um dos oito mineiros que está a trabalhar na última fase do túnel em Málaga, construída paralelamente ao poço para resgatar Julen. O mineiro ficou órfão a 31 de agosto de 1995 quando o seu pai perdeu a vida numa mina.

O seu pai, Eduardo Augusto Alves, morador português em Gijón e natural de Bragança, perdeu a vida no acidente do poço de Nicolasa, em 1995, onde 14 mineiros faleceram.

Eduardo Augusto Alves descia todos os dias numa mina de carvão, e nada fazia prever que fosse ser uma das vítimas do desastre que ficou conhecido pela “Noite Negra” ou ‘A tragédia de Nicolasa’, onde apenas dois mineiros sobreviveram.

Vinte e quatro anos mais tarde, Lázaro encontra-se no túnel com sete outros mineiros para tentar chegar até Julen o mais rapidamente possível.

Lázaro vive em Gijón, e o falecimento do pai motivou-o para inscrever-se nesta equipa de mineiros.

Lázaro está juntamente com Sergio Tuñón, Rubén García, J. Antonio Huerta, Antonio Ortega, Jesús Fdez.Prado, Maudillo Suárez e Adrián Villaroel a escavar os últimos metros do túnel para chegarem ao poço onde se encontra Julen.

O El Pais avança que os homens abraçam-se antes de entrar no túnel, e levam com eles a esperança de regressar com Julen.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...