Vê cunhada ser assassinada por engano às mãos de jovens a quem pagou para tirar a vida à mulher

Um homem norte-americano foi detido na passada segunda-feira durante uma investigação policial relacionada com o assassinato da irmã da sua mulher, em setembro de 2017, num homicídio encomendado a dois jovens que se enganaram no alvo.

As autoridades alegam que os jovens que tinham sido contratados enganaram-se na pessoa, e tiraram a vida à irmã do alvo.

Phelps, que tinha 19 anos na altura, foi contratado para matar a ex-esposa do seu primo, de acordo com relatórios apresentados em tribunal na segunda-feira pelo escritório do xerife do condado de Snohomish. Mas foi a irmã da ex-esposa, Canales-McGuire, que abriu a porta à 01h55 da manhã.

Phelps e uma rapariga de 17 anos, que foram contratados para realizar o crime, foram acusados de homicídio em primeiro grau.

Segundo Phelps revelou às autoridades, Lewis ofereceu-lhes 2.400$ dólares para tirarem a sua ex-mulher “do caminho”.

Kevin Lewis, de 31 anos, já tinha estado atrás das grades durante três anos por ter atacado a sua ex mulher, e agora é acusado dos mesmos crimes que os jovens que contratou para o crime.

Lewis é o ex-marido da irmã de Canales-McGuire, com quem esteve casado durante oito anos e com quem partilha três filhos.

A investigação das autoridades concluiu que um dos jovens, agora com 20 anos, partilhou imagens nas redes sociais poucas horas depois de cometer o crime. A outra jovem chegou mesmo a confessar aos amigos que tinha sido “contratada para tirar a vida a uma pessoa no condado de Snohomish”.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...