Vídeo mostra médico a agredir jovem grávida durante trabalho de parto

Uma jovem em trabalho de parto foi agredida e “humilhada” pelo médico obstetra que acompanhava. O caso aconteceu na Maternidade Mestrinho, em Manaus, Brasil.

Nas imagens que circulam nas redes sociais é possível ver o médico, Armando Andrade Araújo, a bater com as duas palmas das mãos nas virilhas da mulher grávida. Para além das agressões, as imagens mostram ainda várias irregularidades durante o momento do parto. A jovem grávida encontra-se totalmente despida e sem o avental hospitalar usado em maternidades.

O médico em questão já tinha cadastro e foi preso em 2015 por suspeitas de participação num esquema de cobrança ilegal de cirurgia em unidades públicas de saúde. Armando exigia das famílias das pacientes valores elevados para fazer cesarianas e abusava delas enquanto as examinava na sala de repouso.

Sabe-se que a Secretaria de Estado de Saúde já tomou conhecimento do vídeo e, segundo a maternidade, a família não fez denúncia do caso, que se passou em 2018. Já foi feito um pedido de afastamento do médico obstetra para a Procuradoria Geral do Estado.

O vídeo contem conteúdo sensível para algumas pessoas, no entanto pode ser visto aqui.



Comentários

Talvez seja do seu interesse...